Estratégia de investimento

Os derivativos poderiam ajudar a melhorar sua carteira?

E se houvesse uma maneira de proteger sua carteira? Você limitaria seus ganhos em troca da redução de possíveis perdas? E se houvesse uma maneira de proteger sua carteira com economia?

Bem, existe.

Os derivativos podem ajudar os investidores a enfrentar muitos desafios prementes de investimento atuais. Esses contratos não estão isentos de riscos, pois podem ser complexos, mas trabalhar com os parceiros de investimento certos pode ajudar a minimizá-los, e acreditamos que os derivativos podem ser uma ferramenta importante para gerenciar sua carteira de investimentos.

Esta apresentação vai ajudar você a considerar se e quando eles podem ser acréscimos apropriados ao seu kit de ferramentas de investimento para atingir seus objetivos.

É um momento interessante para derivativos

Derivativos são instrumentos financeiros que são contratos que derivam valor daquilo a que estão vinculados, incluindo ações, títulos, commodities, moedas e outros itens negociáveis, como um índice, taxas de juros – até mesmo o clima. Vários fatores estão trazendo os derivativos à tona agora:

  • Altas taxas de juros: as taxas são um impulsionador significativo da precificação de derivativos. Taxas de juros mais altas podem levar a oportunidades interessantes de derivativos. Por exemplo, uma classe de derivativos, as notas estruturadas, se beneficia particularmente de altas taxas de juros. Embora as taxas estejam altas agora, isso pode não durar. É por isso que gostamos do momento atual.
  • Uma economia forte em um mundo frágil: conforme declarado em nossas Perspectivas para o meio do ano, acreditamos que os clientes devem investir totalmente nesse novo ambiente. As perspectivas econômicas são sólidas, mas, sendo o risco geopolítico uma prioridade para os investidores, esses riscos podem dificultar os planos dos investidores de permanecerem investidos.  Os derivativos podem ajudar a proteger contra a incerteza e permitir horizontes temporais de longo prazo.
  • Nova acessibilidade: historicamente, apenas os investidores mais sofisticados podiam comprar derivativos. Hoje, quando pensamos que poderão existir oportunidades particularmente interessantes, os derivativos também se tornaram mais acessíveis aos investidores individuais – e de maneiras personalizadas.

Desde a preservação de capital até o aumento de renda e muito mais, os derivativos podem ser personalizados para ajudar você a alcançar seus objetivos.

O que são derivativos – e como eles podem melhorar sua carteira?

Os derivativos podem ser negociados em bolsa ou mercado de balcão (OTC), cada um oferecendo diferentes tipos de contratos de derivativos. Investir em derivativos torna você parte de um acordo vinculativo. Trata-se de um produto flexível que pode ser usado para atingir vários objetivos, muitas vezes projetado para oferecer proteção contra vários riscos da carteira ou aumentar o rendimento em potencial.

Exemplos de derivativos incluem:

  • Contratos a termo – dois lados concordam em um mercado privado de balcão (OTC) em comprar ou vender um ativo a um preço e data estipulados no futuro
  • Futuros – semelhantes aos contratos a termo, mas são negociados em bolsa
  • Opções – também semelhantes, mas dão ao comprador o direito, mas não a obrigação, de comprar (“call”) e vender (“put”) a um preço predeterminado no futuro, enquanto o vendedor tem a obrigação de cumprir os termos se o comprador exercer a opção. Elas podem ser negociadas em bolsa ou OTC
  • Produtos estruturados – criados pelo emparelhamento de um instrumento de renda fixa com um pacote de derivativos OTC

Ao considerar os derivativos, você deve ponderar seus objetivos, tolerância ao risco e necessidade de liquidez, entre outros fatores. Confira algumas coisas que os derivativos podem ajudar você a realizar:

Proteção contra riscos de carteira

Os derivativos permitem que você se proteja contra riscos tanto do lado do ativo quanto do passivo do seu balanço patrimonial. Especificamente para ações, você pode usar derivativos para se proteger contra uma redução em uma carteira ou ação única e limitar possíveis perdas.

Outro derivativo, os swaps de taxas de juros, permitem aos investidores se proteger contra oscilações nos movimentos das taxas de juros, fixando as taxas ou os custos dos empréstimos.

Possível aumento dos retornos ajustados ao risco

O valor de um investimento pode aumentar ou diminuir, é claro. A decisão de assumir todos os riscos positivos e negativos pode ser assustadora. Contudo, determinadas estratégias de derivativos podem ser construídas para ajudar a criar um perfil de risco/recompensa convincente quando se procura refletir determinadas opiniões em uma carteira, em comparação com a simples detenção de um investimento tradicional de longo prazo apenas em dinheiro.  

Por exemplo, uma nota estruturada pode permitir que você, por um preço, limite parte do seu potencial de alta em troca da incorporação de um piso, ou perda máxima, no lado negativo.

Uma abordagem para gerar renda

A renda fixa, um produto básico comum da carteira, tem algumas limitações. O preço e o rendimento, por exemplo, são determinados pelo atual ambiente de mercado. Você pode não querer o que está disponível. Uma nota estruturada pode pegar outros ativos – finanças com grau de investimento ou ações de tecnologia, por exemplo – e transformá-los em produtores de renda.

Por exemplo, existem certos tipos de produtos derivativos que podem ajudar a transformar a exposição ao risco de mercado, como no S&P 500, em um gerador de rendimento. O pagamento ao investidor reflete o risco do mercado acionista, além de alguma proteção incorporada contra perdas – com o potencial para pagar mais que os mercados públicos de renda fixa.

Derivativos e notas estruturadas podem ser mais complexos que produtos de investimento tradicionais. Antes de comprar tal produto, compreenda os termos. Esses produtos envolvem riscos como de liquidez, de contraparte e de crédito, e os investidores devem satisfazer requisitos de adequação para negociá-los.

Estudos de caso: Derivativos na vida real

Como uma estratégia pode funcionar? Entre as possibilidades, confira um exemplo.

Alcançar exposição positiva alavancada

Tom está pensando em comprar uma segunda casa de férias na Suíça, pois é um ávido esquiador alpino.  Ele acha que o setor de tecnologia terá um retorno maior que o mercado geral no curto prazo e quer agir de acordo com essa convicção, mas, com a compra da casa pendente, não tem liquidez suficiente para comprar ações antecipadamente e não quer vender participações na carteira diversificada.

Sua equipe o ajudou a escolher uma ação de tecnologia única focada no crescimento, preparada para possivelmente se beneficiar do lançamento do produto aprimorado de inteligência artificial (IA). Dada a perspectiva convincente, ele comprou uma opção de compra que lhe permite comprar as ações. Ele só precisa pagar um pequeno desembolso (o “prêmio” ou o preço da opção), que é inferior ao valor da ação subjacente. A perda máxima nessa posição também foi limitada ao prêmio pago. 

Durante o contrato de opções, as ações de tecnologia geraram retornos positivos sobre a opção de compra, pois as ações se valorizaram após o lançamento do produto da empresa, o que levou Tom a exercer o contrato. A opção de compra deu a Tom a exposição tecnológica extra que ele queria, não perturbou a diversificação da carteira e limitou o risco descendente.

Todos os derivativos e produtos estruturados oferecidos em nossa plataforma passam pelo rigoroso processo de estratégia de investimento do J.P. Morgan. Entre em contato com sua equipe para saber mais sobre nossa plataforma e ver como nossos produtos e estratégias abrangentes de derivativos, adequados a diversas necessidades, podem aprimorar sua carteira.

Para investidores sofisticados, notas estruturadas, opções e outros derivativos podem ajudar a enfrentar muitos desafios atuais

Experimente todas as possibilidades do seu patrimô

Podemos ajudá-lo(a) a atravessar um cenário financeiro complexo. Fale conosco.

Contate-nos
Informação importante

Todos os estudos de caso são mostrados apenas para fins ilustrativos e são hipotéticos. Qualquer nome mencionado é fictício e pode não representar outras experiências individuais. As informações não são garantia de resultados futuros.

Considerações

Este material é um produto de uma Pessoa Associada do grupo de Produtos e Soluções de Câmbio, Commodities e Taxas do J.P. Morgan Wealth Management, com responsabilidades pela comercialização e venda de swaps e derivativos financeiros OTC. Este material não é um produto do Departamento de Pesquisa do J.P. Morgan, não é um relatório de pesquisa e não se destina a isso, embora possa se referir a um relatório ou analista de pesquisa do J.P. Morgan Research. Este material possui informações gerais de nossos clientes e é uma “solicitação” apenas quando esse termo é usado nas Regras 1.71 e 23.605 da CFTC promulgadas sob a Lei de Bolsa de Commodities dos EUA. As informações aqui contidas são da data e hora indicadas acima. O J.P. Morgan não assume nenhuma obrigação de atualizar tais informações e não garante sua integridade ou precisão. Este material não pretende conter todas as informações que uma parte interessada possa desejar e pode fornecer apenas uma visão limitada de um determinado mercado. As transações envolvendo valores mobiliários e instrumentos financeiros aqui mencionados podem não ser adequadas para todos os investidores. Os clientes devem entrar em contato com os vendedores e executar transações por meio de uma entidade do J.P. Morgan qualificada na jurisdição local, a menos que a lei vigente permita o contrário. O J.P. Morgan não fornece, afirma ou opina sobre o tratamento tributário de títulos específicos ou transações de derivativos existentes ou de natureza hipotética. Para receber aconselhamento fiscal, os clientes devem recorrer a um consultor fiscal independente. Todas as questões relacionadas a swaps e derivativos financeiros OTC mencionados nestes materiais devem ser direcionadas para jpm_pb_fxc@jpmorgan.com.

Copyright 2024 J.P. MORGAN CHASE & CO.

Estas informações pretendem ser uma visão geral detalhada de possíveis estratégias de hedge que podem ser executadas por meio de opções OTC para atingir objetivos específicos. Estas estratégias podem não ser adequadas para todos os investidores. Este comunicado não se destina a ser uma oferta ou solicitação para a compra ou venda de qualquer instrumento financeiro. Nas discussões de opções e estratégias opcionais, os resultados e riscos são baseados exclusivamente nos exemplos hipotéticos citados; os resultados e riscos efetivos variam segundo as circunstâncias específicas. Recomenda-se que os investidores considerem cuidadosamente se a opção ou os produtos relacionados a opções em geral são adequados para suas necessidades. Para uma discussão completa dos riscos associados a qualquer investimento, revise os documentos da oferta e fale com seus especialistas em investimentos.

Este material tem o objetivo de ajudar você a compreender as consequências financeiras dos conceitos e estratégias discutidos aqui de forma muito geral. No entanto, as estratégias aqui encontradas costumam envolver questões fiscais e jurídicas complexas. Somente seu próprio advogado e outros consultores fiscais podem ajudar você a considerar se as ideias ilustradas aqui são apropriadas para suas circunstâncias individuais.

Estes materiais de marketing discutem opções de negociação no mercado de balcão (OTC). Em qualquer transação OTC com o J.P. Morgan, o cliente terá risco de contraparte. Além disso, as transações discutidas na apresentação talvez sejam executadas no mercado de ações. Várias considerações devem ser ponderadas, incluindo estratégia, tamanho da posição, nível de personalização, prazo da transação e custo. Consulte sua equipe do J.P. Morgan para obter mais informações. Nem todas as estratégias de opções são adequadas para investidores; algumas podem expor os investidores a perdas significativas. Em geral, resumimos os riscos de algumas estratégias de derivativos. Para obter informações adicionais sobre riscos, ligue para sua equipe do J.P. Morgan para obter uma cópia de “Características e riscos de opções padronizadas” ou acesse: http://www.optionsclearing.com/about/publications/character-risks.jsp. Aconselhamos os investidores a falar com consultores fiscais e advogados sobre as implicações fiscais dessas estratégias. Consulte também os documentos de divulgação de risco de opções. Observação: Estas informações são uma visão geral detalhada de possíveis estratégias de hedge que podem ser executadas por opções OTC para atingir objetivos específicos. Estas estratégias podem não ser adequadas para todos os investidores. Este comunicado não se destina a ser uma oferta ou solicitação para a compra ou venda de qualquer instrumento financeiro.

O J.P. Morgan Chase & Co. e suas afiliadas e/ou subsidiárias não exercem a advocacia e não prestam consultoria tributária, contábil ou jurídica. Teremos, no entanto, prazer em orientar você e seus consultores jurídicos e fiscais no decorrer do seu próprio planejamento. Além disso, leia as páginas Informações Importantes ao final desta apresentação.

Principais riscos:

Os derivativos podem ser mais arriscados que outros tipos de investimentos porque podem ser mais sensíveis a mudanças nas condições econômicas ou de mercado, além de poderem resultar em perdas que excedem significativamente o investimento original. O uso de derivativos pode não ser bem-sucedido, resultando em perdas de investimento, e o custo de tais estratégias pode reduzir o retorno do investimento. Nem todas as estratégias de opções são adequadas para todos os investidores. Certas estratégias podem expor os investidores a potenciais riscos e perdas. Para obter informações adicionais sobre riscos, leia “Características e riscos das opções padronizadas”: http://www.optionsclearing.com/about/publications/character-risks.jsp. Aconselhamos os investidores a falar com consultores fiscais e advogados sobre as implicações fiscais dessas estratégias. Recomenda-se que os investidores considerem cuidadosamente se as opções, estratégias ou produtos relacionados a opções são adequados para suas necessidades.

Investir em notas estruturadas envolve uma série de riscos significativos. Apresentamos abaixo determinados fatores de risco e outras considerações relacionadas ao investimento. Nem todos os investimentos são adequados (ou do melhor interesse) para todos os investidores. Você deve analisar as notas estruturadas com base nas suas circunstâncias individuais, levando em consideração fatores como objetivos de investimento, tolerância ao risco e necessidades de liquidez.

  • Renda fixa: Os títulos estão sujeitos ao risco de taxa de juros, risco de crédito e risco de inadimplência do emissor. Os preços dos títulos geralmente caem quando as taxas de juros sobem.
  • Ações: O preço de títulos de participação pode aumentar ou diminuir em decorrência das mudanças no mercado amplo ou a mudanças na situação financeira de uma empresa, por vezes rapidamente ou de forma imprevisível. Títulos de participação estão sujeitos a “risco do mercado de ações”, o que significa que os preços das ações em geral podem diminuir ao longo de períodos curtos ou prolongados.
  • Nenhuma reivindicação direta e nenhum investimento no subjacente: Os investidores não têm direito ao índice subjacente ou cesta de títulos
  • ·Uso de derivativos: A compra de investimentos estruturados envolve derivativos e fatores de risco que podem não ser adequados (ou no melhor interesse) para todos os investidores. Antes de optar por um investimento estruturado, os investidores devem analisar o prospecto e o suplemento de prospecto que o acompanha para entender os termos reais e os riscos associados a produtos estruturados específicos. Em determinadas transações, os investidores podem perder todo o investimento.
  • Valor principal em risco: Os produtos estruturados não garantem nenhum retorno do seu investimento. Os titulares podem perder 100% do investimento inicial. Um produto estruturado pode especificar um nível de proteção no vencimento, sujeito ao risco de crédito do emissor. As notas que oferecem proteção de principal são protegidas apenas até o valor protegido especificado
  • Compre e mantenha instrumentos até o vencimento: As notas estruturadas não foram concebidas como instrumentos de negociação de curto prazo, mas sim investimentos que devem ser mantidos até o vencimento.
  • Custos e taxas: Existem alguns custos e taxas associados ao investimento em notas estruturadas e você deve considerá-los antes de investir. Os detalhes estão contidos no material de oferta para um investimento específico.
  • Risco de perda: As notas estruturadas não garantem nenhum retorno específico do seu investimento, a menos que a nota tenha proteção do valor principal, sujeita ao risco de crédito do emissor. As notas estruturadas podem diminuir de valor em conexão com um declínio no valor do ativo subjacente.
  • Risco de liquidez: Como as notas estruturadas devem ser mantidas até o vencimento, poderá não existir ou existir apenas um mercado secundário muito limitado, o que significa que talvez não seja possível efetuar a venda antes de o produto atingir o vencimento. Mesmo que seja possível encontrar um mercado secundário, o mercado secundário limitado, a falta de liquidez e/ou o baixo volume de negociação no mercado das notas estruturadas diminuiriam o valor de mercado das notas estruturadas. Assim, mesmo que exista um mercado secundário, você poderá perder um valor significativo se vender antes do vencimento.
  • Crédito do emissor e risco de inadimplência: Notas estruturadas são obrigações de dívida sem garantia da empresa emissora e, portanto, sujeitas a risco de crédito e inadimplência por parte do emissor. Um declínio na qualidade de crédito do emissor pode afetar sua capacidade de cumprir as obrigações, incluindo a capacidade do emissor de pagar juros e reembolsar o capital. A inadimplência de um emissor pode resultar na perda de parte ou de todo o valor que você investe, mesmo para notas estruturadas denotadas como “principal protegido”. Portanto, a condição financeira e a qualidade de crédito do emissor são considerações importantes.
  • ·Rastreamento de ETF e risco de correlação: O desempenho e o valor de mercado de um fundo negociado em bolsa (“ETF”) podem não estar correlacionados com o desempenho do índice subjacente do ETF em razão de fatores como, entre outros, a detenção de instrumentos diferentes do índice, ações corporativas e custos de transação e taxas. Além disso, fatores como a volatilidade do mercado e a oferta/procura podem fazer com que o valor de mercado de uma ação de ETF seja diferente do valor patrimonial líquido. Esses fatores podem afetar material e adversamente o valor de um produto vinculado a ETF. Risco de volatilidade: O desempenho das notas estruturadas pode mudar de forma imprevisível. Essa volatilidade pode ser influenciada pelo mercado e/ou por fatores externos, incluindo eventos financeiros, políticos, regulamentares, econômicos e outras condições.
  • Risco de derivativos/hedge: O emissor pode, a qualquer momento, estabelecer, manter, ajustar ou anular posições de cobertura relativamente às obrigações decorrentes do produto, mas não é obrigado a fazer isso. A atividade de hedge pode afetar negativamente o valor dos ativos subjacentes ao produto e o desempenho do produto.
  • ·Nenhum pagamento de dividendos ou juros ou direitos de voto e consequências fiscais do investimento em notas estruturadas: Os titulares de uma nota estruturada não têm direito a voto. Não há pagamentos de dividendos ou juros pagos durante a vigência de uma nota estruturada. No entanto, você talvez precise pagar imposto sobre qualquer rendimento anual imputado, mesmo que nenhum pagamento seja recebido até o vencimento. O J.P. Morgan não presta consultoria tributária. Você deve revisar o material de oferta do emissor e falar com seu próprio consultor fiscal.
  • ·Nenhuma proteção governamental ou de outro seguro: As notas estruturadas não são depósitos bancários segurados ou garantidos pela Federal Deposit Insurance Corporation (FDIC) ou qualquer outra agência governamental ou fundo de proteção de depósitos.
  • Resgate antecipado: As notas estruturadas podem ser resgatadas antes da data de vencimento programada, exceto como resultado de resgate pelo emissor. Alguns eventos que podem resultar no resgate antecipado das notas estruturadas: Se as notas estruturadas forem resgatadas antecipadamente após tal evento, você poderá receber menos que o investimento original. O valor a pagar a você em um resgate antecipado também pode levar em consideração os custos do emissor para rescindir os acordos de hedge e financiamento associados às notas estruturadas.
  • Risco de moeda/câmbio: Quando as notas estruturadas são referenciadas a uma moeda estrangeira, alterações em vários fatores, incluindo taxas de câmbio, podem ter um efeito adverso no valor do investimento.
  • Perturbação do mercado e fatores econômicos: O mercado de negociação das notas estruturadas pode ser volátil e pode ser perturbado ou afetado negativamente por muitos eventos. Não pode haver garantia de que eventos nos Estados Unidos ou em qualquer outro lugar não causarão volatilidade no mercado ou que tal volatilidade não afetará adversamente o preço das notas estruturadas, ou que as condições econômicas e de mercado não afetarão negativamente o preço das notas estruturadas, ou que as condições econômicas e de mercado não terão nenhum outro efeito adverso. A perturbação do mercado pode afetar negativamente o desempenho das notas estruturadas.
  • Além do nível do subjacente em qualquer dia, o valor do investimento estruturado será afetado por uma série de fatores econômicos e de mercado, incluindo a volatilidade implícita do subjacente, o tempo até o vencimento, taxas de dividendos, taxas de juros, qualidade de crédito e fatores macroeconômicos, como eventos financeiros, políticos, regulatórios ou judiciais.
  • Retornos limitados: O retorno das notas estruturadas pode ser limitado por um retorno máximo específico, cupom ou nível de participação positiva, conforme definido na oferta.
  • ·Conflitos em potencial: Ao desempenhar funções, nossos interesses econômicos e os do J.P. Morgan Chase & Co. e os seus interesses econômicos nas notas estruturadas podem ser adversos quando nossa família de empresas desempenha diversas funções. Também é possível que as atividades de hedge ou de negociação nossas ou de nossas afiliadas em conexão com as notas estruturadas possam resultar em retornos substanciais para nós ou para nossas afiliadas, enquanto o valor das notas estruturadas diminui.
  • Liquidez: Os desdobramentos poderão ser fornecidos a critério do J.P. Morgan. No entanto, o produto de uma reversão pode ficar aquém do pagamento esperado no vencimento, dado o mesmo valor subjacente.
  • Retornos: Os rendimentos podem depender de muitas variáveis, incluindo, entre outras, o nível e a volatilidade implícita do ativo subjacente. O retorno pode ser positivo, negativo ou zero.
  • Período de retenção: A posição do derivativo pode ser mantida até o vencimento ou encerrada antes do vencimento. Mantido até o vencimento ou encerrado antes do vencimento, o retorno líquido para os investidores pode ser positivo, negativo ou zero.
  • Jurídico e tributário: Este material é distribuído com o entendimento que não está oferecendo assessoria contábil, jurídica ou tributária. Consulte seu consultor jurídico ou fiscal sobre esses assuntos.
  • Desempenho: O desempenho passado não é garantia de resultados futuros. Divulgações relacionadas às opções: Se as informações aqui contidas se referirem a estratégias relacionadas a opções, tais informações estarão disponíveis apenas para pessoas que tenham recebido os documentos adequados de divulgação de risco de opções. Para obter uma cópia das características e riscos das opções padronizadas da Option Clearing Corporation, entre em contato com seu representante do J.P. Morgan ou visite o site da OCC em https://www.theocc.com/about/publications/characterrisk.jsp
  • Crédito de contraparte: Todos os pagamentos estão sujeitos ao crédito da contraparte do JPM
  • Câmbio: Os detentores de títulos estrangeiros podem estar sujeitos a risco cambial, pois as taxas de câmbio flutuam entre a moeda estrangeira de um investimento e a moeda nacional do detentor do investimento. Por outro lado, é possível beneficiar-se de flutuações cambiais favoráveis.
  • O acima exposto não é uma lista exaustiva de todos os riscos ou outras considerações de investimento relacionadas com o produto. Para uma avaliação completa dos riscos associados a este investimento, você deve revisar, com seus próprios consultores profissionais, quando necessário, a circular de oferta, o termo de compromisso e outra documentação relacionada para uma negociação específica, que descreve completamente todos os termos, condições e riscos. Nem todos os investimentos são adequados (ou do melhor interesse) para todos os investidores. Os investidores devem analisar os produtos com base nas circunstâncias individuais e tendo em conta fatores como os objetivos de investimento, a tolerância ao risco e as necessidades de liquidez.

O produto estruturado envolve derivativos. Só invista neles se entender os riscos pertinentes e estiver disposto a assumi-los. Os riscos mais comuns incluem, entre outros, o risco de desenvolvimentos adversos ou imprevistos no mercado, o risco de qualidade de crédito do emissor, o risco de falta de precificação padrão uniforme, o risco de eventos adversos envolvendo quaisquer obrigações de referência subjacentes, o risco de alta volatilidade, o risco de iliquidez/ pouco ou nenhum mercado secundário e conflitos de interesse. Antes de investir em um produto estruturado, os investidores devem analisar o documento de oferta, prospecto ou suplemento de prospecto que o acompanha para entender os termos reais e os principais riscos associados a cada produto estruturado individual. Todos os pagamentos de um produto estruturado estão sujeitos ao risco de crédito do emissor e/ou do garantidor. Os investidores podem perder todo o seu investimento, ou seja, incorrer em uma perda ilimitada. O acima exposto não é uma lista exaustiva de todos os riscos. Para obter uma lista mais abrangente dos riscos envolvidos com esse produto específico, fale com um representante do J.P. Morgan. Em caso de dúvida quanto aos riscos envolvidos nesses produtos, procure esclarecimentos com o intermediário ou busque assessoria profissional independente. O acima exposto não é uma lista exaustiva de todos os riscos. Para obter uma lista mais abrangente dos riscos envolvidos com esse produto específico, fale com um representante do J.P. Morgan. Em caso de dúvida quanto aos riscos envolvidos nesses produtos, procure esclarecimentos com o intermediário ou busque assessoria profissional independente.

Em transações efetivas, a contraparte do cliente em derivativos de balcão é o J.P. Morgan Chase Bank, N.A. ou suas afiliadas

Os investimentos em commodities podem ter maior volatilidade que os investimentos em títulos tradicionais, em especial se os instrumentos envolverem alavancagem. O valor de instrumentos derivativos vinculados a commodities pode ser afetado por alterações nos movimentos gerais do mercado, volatilidade do índice de commodities, mudanças nas taxas de juros ou fatores que afetam determinado setor ou commodity, como secas, enchentes, clima, doenças animais, embargos, tarifas e desdobramentos econômicos, políticos e regulatórios internacionais. O uso de derivativos ligados a mercadorias alavancadas cria uma oportunidade de maior retorno, mas, ao mesmo tempo, envolve a possibilidade de maiores perdas.

SAIBA MAIS SOBRE NOSSA EMPRESA E NOSSOS PROFISSIONAIS DE INVESTIMENTO NA FINRA BROKERCHECK.

 

Para saber mais sobre o negócio de investimentos do J.P. Morgan, incluindo nossas contas, produtos e serviços, bem como nosso relacionamento com você, consulte nosso Formulário CRS de J.P. Morgan Securities LLC e o Guia de Serviços de Investimento e Produtos de Corretagem.

JPMorgan Chase Bank, N.A.e suas afiliadas (coletivamente, "JPMCB") oferecem produtos de investimento que podem incluir contas administradas pelo banco e custódia como parte dos seus serviços fiduciários e de trust. Outros produtos e serviços de investimento, como contas de assessoria e corretagem são oferecidos através da J.P. Morgan Securities LLC("JPMS"), membro da FINRAe da SIPC. Produtos de seguros estão disponíveis por meio da Chase Insurance Agency, Inc. (CIA), uma agência de seguros licenciada, operando como Chase Insurance Agency Services, Inc., na Flórida. JPMCB e JPMS são empresas afiliadas sob controle da JPMorgan Chase & Co. Os produtos não estão disponíveis em todos os estados. Favor ler a Disposições Legais relacionada a estas páginas.

PRODUTOS DE INVESTIMENTO: • NÃO GARANTIDOS PELA FDIC • NÃO É DEPÓSITO NEM OUTRA OBRIGAÇÃO OU GARANTIA DA JPMORGAN CHASE BANK, N.A. OU QUALQUER DE SUAS AFILIADAS • INVESTIMENTO SUJEITO A RISCOS, INCLUSIVE A POSSÍVEL PERDA DO VALOR PRINCIPAL INVESTIDO
Produtos de depósito bancário, como contas correntes, contas de poupança, empréstimos bancários e serviços relacionados são oferecidos pelo JPMorgan Chase Bank, N.A. Membro da FDIC. Isto não é um compromisso de empréstimo. Todas as extensões de crédito estão sujeitas à aprovação do crédito.
Equal Housing Lender Icon