Strategia d’investimento

Quattro modi per comprendere meglio l'impegno di un'azienda in materia di sostenibilità

Concetti e domande ESG che possono renderci degli investitori, dei consumatori e degli imprenditori migliori.


Jessica Matthews, Global Head of Sustainable Investing, J.P. Morgan Private Bank

Bob Barbetti, Head of Executive Compensation Advisory, J.P. Morgan Private Bank

 

Oggi, sempre più persone tengono conto di considerazioni ambientali, sociali e di governance (ESG) al momento di scegliere dove acquistare, per chi lavorare e come investire.

In due recenti indagini, il 75% degli intervistati ha dichiarato di essere più propenso ad acquistare marchi o a lavorare per aziende che condividono i loro valori ESG1 e il 75% dei membri dei consigli di amministrazione aziendali e dei dirigenti senior globali ritiene che una solida performance ESG sia determinante ai fini della performance finanziaria.2

Eppure, anche se l'enfasi sui fattori ESG è in costante ascesa, spesso valutare efficacemente le prassi ESG di una società può risultare complicato a causa di standard d'informativa divergenti e dati frammentati che possono variare ampiamente a seconda dell'azienda, del settore e dell'area geografica.

Alla luce di ciò, proponiamo di seguito quattro domande che possono aiutarvi a comprendere meglio l'impegno di un'azienda nell'adozione di prassi ESG virtuose. Abbiamo stilato questo elenco per aiutarvi a considerare accuratamente le strategie d'investimento sostenibile e assistere i proprietari d'impresa che cercano di evolvere in un mondo sempre più incentrato sui criteri ESG.

1. L'azienda si concentra su fattori ESG rilevanti per la sua attività?

I parametri ESG che una società potrebbe scegliere di divulgare sono centinaia, ma non tutti rappresentano necessariamente indicatori utili, in quanto la loro rilevanza dipende dalle operazioni e dall'attività aziendali. Cercate fattori ESG specifici che possano effettivamente influire sulle performance di un'impresa, sia per quanto riguarda le sue prassi di sostenibilità che il suo benessere finanziario.

Per esempio, le emissioni di gas serra e l'energia rinnovabile possono entrambe avere un impatto ESG considerevole su una società operante nel settore dei servizi di pubblica utilità, mentre la loro rilevanza sarà nettamente inferiore per una società farmaceutica o di dispositivi medici, dove le prassi legate alla gestione del personale, la sicurezza e la qualità dei prodotti tendono ad essere molto più importanti.

Per saperne di più in materia di rilevanza cliccare qui.

Consiglio per i proprietari d'impresa: prendete in considerazione l'idea di effettuare una valutazione di rilevanza per comprendere meglio quali fattori ambientali, sociali e di governance influenzano maggiormente la vostra attività.

2. Quanto è efficace la strategia di comunicazione delle iniziative ESG dell'azienda?

I migliori dirigenti d'azienda con mentalità ESG non sono solo abili nell'implementare prassi sostenibili ma sanno anche comunicare brillantemente ai propri dipendenti, clienti e al mercato più ampio l'importanza di queste iniziative e come si misura il successo. In questo modo, avranno meno difficoltà ad ottenere consensi al momento di adottare nuovi piani aziendali a favore di cambiamenti ESG rilevanti. Una strategia di comunicazione efficace contribuisce inoltre a definire e rafforzare la cultura di un'azienda e a migliorarne il marchio e la reputazione, illustrando e dimostrando regolarmente l'impegno concreto verso i suoi valori e principi fondamentali.

Consiglio per i proprietari d'impresa: iniziate dai vostri dipendenti. Aiutare il vostro team a comprendere gli sforzi ESG dell'azienda è cruciale per essere certi di far passare un messaggio chiaro ai propri clienti e partner.

3. I piani di retribuzione dei dirigenti sono collegati al conseguimento di risultati ESG?

Collegare i parametri ESG ai compensi dei dirigenti è un ottimo modo per favorire il cambiamento. Oggi, il 51% delle grandi società statunitensi include parametri ESG nei propri piani di incentivazione e quasi la metà delle aziende del FTSE 100 ha fissato obiettivi ESG misurabili per i propri CEO.

Programmi di questo tipo possono aiutare a:

  • identificare le questioni ESG come una priorità strategica dell'azienda
  • dimostrare di essere consapevoli che la questione necessita di essere affrontata
  • definire il successo
  • mantenere obiettivi realistici, spesso pluriennali
  • armonizzare gli incentivi tra i diversi gradi aziendali

È importante che questi sforzi spieghino accuratamente il legame tra ciò che viene misurato e premiato e gli obiettivi aziendali e le performance a lungo termine. In caso contrario, l'azienda potrebbe essere esposta a rischi reputazionali e gli sforzi di sostenibilità risulterebbero compromessi.

Una varietà di approcci: alcune società scelgono di creare incentivi ESG con diversi gradi di importanza nell'ambito dei piani di incentivazione dei dirigenti; questa organizzazione permette di prioritizzare (o subordinare) gli obiettivi ESG con scopi aziendali definiti più forti (o più deboli). Taluni piani di incentivazione includono molteplici parametri ESG e non richiedono obiettivi quantitativi, mentre altri applicano target quantitativi e oggettivi con scopi ben delineati per facilitare la comunicazione dei progressi concreti.

Come iniziare: una volta che i consigli di amministrazione hanno stabilito quali sono i parametri ESG importanti per l'azienda, possono incorporarli nei piani di incentivazione. Il consenso del consiglio di amministrazione è cruciale, in quanto si deve trattare di un'iniziativa seria e pluriennale. Spesso, per iniziare, un approccio basato su punteggi può essere un ottimo modo per misurare le varie priorità ESG di un'azienda e integrarle in un piano di incentivazione. In seguito, questo approccio può essere gradualmente sostituito da indicatori oggettivi che misurano i progressi annui verso gli obiettivi a lungo termine, via via che i consigli acquisiscono maggiore familiarità con gli incentivi.

Consiglio per i proprietari d'impresa: spiegate accuratamente il legame tra ciò che viene misurato e premiato e gli obiettivi aziendali e le performance a lungo termine. In caso contrario, l'azienda potrebbe essere esposta a rischi reputazionali e gli sforzi di sostenibilità risulterebbero compromessi.

4.In che modo l'azienda misura e comunica il suo impatto ESG?

Il numero di parametri ESG divulgati dalle aziende è in costante ascesa sul mercato. Solo nell'ultimo decennio, la percentuale delle società dell'S&P 500 (ossia grandi aziende con sede negli USA) che hanno pubblicato di loro iniziativa rapporti sulla sostenibilità è passata dal 20% al 90%. Da una prospettiva globale, le aziende europee stanno dettando il ritmo con tassi di divulgazione vicini al 75%, seguite da quelle statunitensi a circa il 67%; l'Asia è in ritardo e divulga in media poco più della metà degli indicatori.

Inoltre, molte società si avvalgono ormai della Sustainability Accounting Standards Board Materiality Map®, che identifica e raffronta i temi ESG rilevanti oggetto di reporting tra diverse industrie e settori.    Esistono anche modelli di riferimento specifici per tema, come la Task Force on Climate-Related Financial Disclosures, che aiuta le aziende ad applicare un approccio di rendicontazione più coerente in materia di opportunità e rischi connessi al clima.

Leggi l'Environmental Social & Governance Report di J.P. Morgan Chase & Co. qui.

Benché questi trend facciano ben sperare per il futuro, continua a farsi sentire la necessità di un sistema di reporting annuale, standardizzato e integrato che affronti le questioni ESG rilevanti chiaramente connesse ai driver del core business di una società.

Il vantaggio di avere informative e dati standardizzati: nel complesso, fintanto che i dati e le linee guida in materia di informativa rimangono poco definiti, le attività di reporting continueranno inevitabilmente a divergere da una società all'altra e da un settore all'altro. Molte aziende ancora non comunicano indicatori chiave ampiamente rilevanti, come il divario retributivo di genere. Inoltre, si riscontra una certa tendenza a comunicare principalmente su ciò che si sta facendo bene (se si hanno dei meriti, perché non evidenziarli?). Anche quando esistono delle regole, spesso si applicano solo alle più grandi società quotate. Per valutare più equamente le aziende, è necessario estendere i requisiti di reporting alle maggiori società private e alle imprese pubbliche di piccole e medie dimensioni.

Vantaggi per le aziende: parametri di sostenibilità standardizzati favoriscono una maggiore trasparenza, dimostrano i piani di crescita ESG e i risultati conseguiti, e aiutano il team dirigente a migliorare l'allocazione del capitale indirizzandolo verso le iniziative e le unità di business appropriate. Saper comunicare e gestire con efficacia le questioni ESG può inoltre essere particolarmente importante per le società orientate alla clientela, per le quali il valore del marchio, i ricavi e quindi la quota di mercato dipendono spesso dalla percezione che il cliente ha dell'impresa.

Vantaggi per i consumatori e gli investitori: requisiti di reporting più coerenti sono garanzia di maggiore trasparenza grazie a dati più standardizzati e abbondanti. Questo può aiutare i consumatori a usare il proprio potere d'acquisto per sostenere le società che stanno ottenendo risultati brillanti in questioni ESG che fanno la differenza. Fornisce anche una maggiore visibilità agli investitori che intendono valutare il potenziale di un'azienda di creare valore attraverso miglioramenti operativi.

Consiglio per i proprietari d'impresa: le relazioni e gli indicatori di sostenibilità favoriscono una maggiore trasparenza e dimostrano il piano di crescita ESG e i risultati ottenuti. Possono aiutarvi a gestire meglio le questioni aziendali chiave e ad allocare in maniera più efficiente il capitale orientandolo verso le iniziative e le unità di business appropriate.

Applicare una mentalità ESG

L'interesse per gli investimenti sostenibili continua a crescere e capire come le considerazioni ESG possano inserirsi nella vostra strategia può essere un ottimo modo per esercitare un impatto positivo e stimolare la crescita, attraverso specifici prodotti d'investimento sostenibile o una visione di più ampio raggio sulle tipologie di società in cui decidete di investire. Il vostro team J.P. Morgan sarà lieto di fornirvi maggiori informazioni sull'Investimento sostenibile e su come integrare efficacemente questi tipi di fattori nelle vostre decisioni di investimento.

 

1 PWC — informações de Eli

2 Willis Towers Watson — informações de Bob

Maggiori informazioni su come diventare clienti di J.P. Morgan Private Bank.

Ci fornisca informazioni su di Lei e il nostro team La contatterà.

*Campi obbligatori

Maggiori informazioni su come diventare clienti di J.P. Morgan Private Bank.

Ci fornisca informazioni su di Lei e il nostro team La contatterà.

Inserire nome

> or < are not allowed

Only 40 characters allowed

Inserire cognome

> or < are not allowed

Only 40 characters allowed

Selezionare il Paese di residenza

Inserire il codice Paese

Inserire il codice Paese

> or < are not allowed

Inserire il numero di telefono

Il numero di telefono deve essere composto da 10 numeri

Inserire un numero di telefono valido

> or < are not allowed

Only 15 characters allowed

Inserire il numero di telefono

Inserire un numero di telefono valido

> or < are not allowed

Only 15 characters allowed

Inserire un indirizzo postale valido

> or < are not allowed

Only 35 characters allowed

> or < are not allowed

Only 35 characters allowed

Inserire la città

> or < are not allowed

Only 35 characters allowed

Selezionare lo Stato

> or < are not allowed

Inserire il codice ZIP

Inserire un codice ZIP valido

> or < are not allowed

Only 9 characters allowed

Inserire il codice d'avviamento postale

Inserire un codice ZIP valido

> or < are not allowed

Only 9 characters allowed

Maggiori informazioni sul Suo conto

0/1000

Only 1000 characters allowed

La casella non è selezionata

Cronologia recente

Informazioni importanti

Tendências de investimento podem não se materializar. Investimento sustentável e retorno de investimento nem sempre estão alinhados e podem perder valor.

PRINCIPAIS RISCOS

Todas as empresas mencionadas são mostradas apenas para fins ilustrativos e não pretendem ser uma recomendação ou endosso por J.P. Morgan neste contexto.

Este material é meramente informativo e pode informá-lo(a) sobre alguns produtos e serviços oferecidos por empresas de banco privado do JPMorgan Chase & Co. (“JPM”). Os produtos e serviços descritos, bem como taxas, encargos e taxas de juros associados estão sujeitos a mudança de acordo com os contratos da conta em questão e podem variar conforme a localização geográfica. Nem todos os produtos e serviços são oferecidos em todas as localidades.

Caso você seja uma pessoa com deficiência e precise de suporte adicional para acessar este material, por favor, entre em contato com a sua equipe do J.P. Morgan ou nos envie um e-mail no endereço: accessibility.support@jpmorgan.com para assistência. Leia todas as Informações Importantes.

RISCOS E CONSIDERAÇÕES GERAIS

Qualquer visão, estratégia ou produto discutido neste material pode não ser adequada a todas as pessoas e estão sujeitos a riscos. Os investidores podem receber menos do que investiram e o desempenho no passado não é um indicativo confiável de resultados futuros. A alocação de ativos não garante lucro ou protege contra perdas. Nenhum item deste material deve ser utilizado de forma isolada com o objetivo de tomar uma decisão de investimento. Você deve avaliar cuidadosamente se os serviços, produtos, classes de ativos (ex.: títulos, renda fixa, investimentos alternativos, commodities, etc.) ou estratégias discutidas estão adequados às suas necessidades. Também é necessário considerar os objetivos, riscos, encargos e despesas associados com um serviço, produto ou estratégia de investimento antes de tomar uma decisão de investimento. Para isso e para informações mais completas, inclusive discussões sobre os seus objetivos/situação, entre em contato com a sua equipe do J.P. Morgan.

NÃO-COMPROMETIMENTO

Algumas informações contidas neste material são consideradas confiáveis; entretanto, o JPM não garante a sua exatidão, confiabilidade ou completude, nem se responsabiliza por perdas ou danos (diretos ou indiretos) resultantes do uso de todo ou de parte deste material. Não há declaração ou garantia alguma referente aos cálculos, gráficos, tabelas, diagramas ou comentários neste material, que são fornecidos apenas para fins ilustrativos/de referência. As visões, opiniões, estimativas e estratégias expressas neste material constituem nossa avaliação com base nas atuais condições de mercado e estão sujeitas a alterações sem aviso prévio. O JPM não assume qualquer obrigação de atualizar as informações neste material caso essas venham a mudar. Visões, opiniões, estimativas e estratégias expressas no presente documento podem diferir daquelas expressas por outras áreas do JPM, visões expressas em outros contextos e para outros fins, e este material não deve ser considerado um relatório de pesquisa. Os resultados e riscos projetados estão embasados exclusivamente nos exemplos hipotéticos citados, e resultados e riscos reais poderão variar dependendo das condições específicas. Declarações prospectivas não devem ser consideradas garantias ou previsões de eventos futuros.

Este documento não deve ser interpretado como resultando em algum dever de diligência ou relacionamento de consultoria com você ou algum terceiro. Nada neste documento deve ser entendido como uma oferta, solicitação, recomendação ou assessoria (seja financeira, contábil, jurídica, fiscal ou outros) dada pelo J.P. Morgan e/ou seus diretores ou empregados, independentemente de esta comunicação ter sido fornecida por solicitação sua. O J.P. Morgan e suas coligadas e empregados não oferecem assessoria fiscal, jurídica ou contábil. Você deve consultar os seus próprios assessores fiscais, jurídicos ou contábeis antes de efetuar alguma transação financeira.

INFORMAÇÃO IMPORTANTE SOBRE SEUS INVESTIMENTOS E POTENCIAIS CONFLITOS DE INTERESSE

Os conflitos de interesse surgem quando a JPMorgan Chase Bank, N.A. ou alguma de suas coligadas (juntos, “J.P. Morgan”) têm um incentivo econômico ou de outra espécie, real ou percebido, na gestão dos portfólios de nossos clientes para agir de forma a beneficiar a J.P. Morgan. Os conflitos resultarão, por exemplo (desde que as seguintes atividades sejam permitidas na sua conta): (1) quando o J.P. Morgan investe em um produto de investimento, como um fundo mútuo, produto estruturado, conta gerida separadamente ou fundo hedge emitido ou gerido por JPMorgan Chase Bank, N.A. ou uma coligada, tal como a J.P. Morgan Investment Management Inc.; (2) quanto uma entidade do J.P. Morgan obtém serviços, incluindo a execução e compensação de transações, de uma coligada;(3) quando o J.P. Morgan recebe pagamento como resultado da compra de um produto de investimento para a conta de um cliente; ou (4) ou quando o J.P. Morgan recebe pagamento pela prestação de serviços (incluindo serviços a acionistas, registros e custódia) em relação a produtos de investimentos adquiridos para o portfólio de um cliente. Outros conflitos resultarão do relacionamento que o J.P. Morgan tem com outros clientes ou quando o J.P. Morgan age em nome próprio.

As estratégias de investimentos são selecionadas tanto de gestores de ativos do J.P. Morgan e de terceiros, e estão sujeitas a processos de avaliação pelas nossas equipes de pesquisa gerenciais. Dessa gama de estratégias, nossas equipes de construção de portfólio selecionam aquelas estratégias que acreditamos serem adequadas aos seus objetivos de alocação de ativos e visões de futuro, de forma a atender o objetivo de investimento do portfólio.

De maneira geral, preferimos as estratégias geridas pelo J.P. Morgan. Esperamos que a proporção das estratégias geridas pelo J.P. Morgan seja alta (na verdade, até 100 por cento) em estratégias como, por exemplo, renda fixa de alta qualidade e à vista, sujeita à legislação aplicável e quaisquer considerações específicas de conta.

Apesar de nossas estratégias geridas internamente geralmente se alinharem bem com nossas visões de futuro, e estarmos familiarizados com os processos de investimento, assim como com a filosofia de risco e compliance da empresa, é importante notar que o J.P. Morgan recebe mais comissões gerais quando estratégias geridas internamente são incluídas. Oferecemos a opção de escolher excluir estratégias geridas pelo J.P. Morgan (que não os produtos de liquidez e à vista) em alguns portfólios.

Os Fundos Six Circles são fundos mútuos registrados nos EUA, gerenciados pelo J.P. Morgan e sub-assessorados por terceiros. Apesar de consideradas estratégias gerenciadas internamente, JPMC não retém uma taxa por gestão de fundos ou outros serviços de fundos.

PESSOA JURÍDICA, MARCA E INFORMAÇÕES REGULATÓRIAS

Nos Estados Unidos, contas de depósito bancário e serviços relacionados, tais como contas correntes, investimentos e empréstimos bancários, são oferecidos por JPMorgan Chase Bank, N.A. Associada à FDIC.

O JPMorgan Chase Bank, N.A. e suas coligadas (coletivamente “JPMCB”) oferecem produtos de investimento, que podem incluir contas de investimento geridas pelo banco e de custódia, como parte de seus produtos de trust e fiduciários. Outros produtos e serviços de investimento, tais como contas de consultoria e corretagem, são oferecidos através do J.P. Morgan Securities LLC (“JPMS”), associado da FINRA e SIPC. Anuidades estão disponíveis por meio da Chase Insurance Agency, Inc. (CIA), uma agência de seguros licenciada, operando como Chase Insurance Agency Services, Inc., na Flórida. JPMCB e JPMS são empresas coligadas sob o controle comum de JPMorgan Chase & Co. Os produtos não estão disponíveis em todos os estados.

Em Luxemburgo, este material é emitido por J.P. Morgan Bank Luxembourg SA (JPMBL), com sede em European Bank and Business Centre, 6 route de Treves, L-2633, Senningerberg, Luxemburgo. RCS Luxembourg B10.958. Autorizado e regulado pela Commission de Surveillance du Secteur Financier (CSSF) e supervisionado conjuntamente pelo Banco Central Europeu (BCE) e pela CSSF. J.P. Morgan Bank Luxembourg SA está autorizada como instituição de crédito de acordo com a Lei de 5 de abril de 1993. No Reino Unido, este material é emitido por J.P. Morgan Bank Luxembourg SA, London Branch, escritório registrado em 25 Bank Street, Canary Wharf, London E14 5JP. Autorizado e regulado pela Commission de Surveillance du Secteur Financier (CSSF) e supervisionado conjuntamente pelo Banco Central Europeu (BCE) e pela CSSF. Considerado autorizado pela Autoridade de Regulação Prudencial. Sujeito a regulamentação pela Autoridade de Conduta Financeira e regulamentação limitada pela Autoridade de Regulamentação Prudencial. Detalhes do Regime de Permissões Temporárias, que permite às empresas sediadas no EEE operarem no Reino Unido por um período limitado enquanto buscam autorização total, estão disponíveis no site da Financial Conduct Authority. Na Espanha, este material é distribuído por J.P. Morgan Bank Luxembourg SA, Sucursal en España, com sede em Paseo de la Castellana, 31, 28046 Madrid, Espanha. O J.P. Morgan Bank Luxembourg SA, Sucursal en España, está registrado sob o número 1516 no registro administrativo do Banco da Espanha e é supervisionado pela Comissão do Mercado de Valores Mobiliários Espanhola (CNMV). Na Alemanha, este material é distribuído por J.P. Morgan Bank Luxembourg SA, Sucursal de Frankfurt, com sede em Taunustor 1 (TaunusTurm), 60310 Frankfurt, Alemanha, supervisionado conjuntamente pela Commission de Surveillance du Secteur Financier (CSSF) e pelo Banco Central Europeu (BCE), e em certas áreas também supervisionadas pelo Bundesanstalt für Finanzdienstleistungsaufsicht (BaFin). Na Itália, este material é distribuído por J.P. Morgan Bank Luxembourg SA, sucursal de Milão, com sede em Via Cordusio 3, 20123 Milão, Itália e regulamentado pelo Bank of Italy e pela Commissione Nazionale per le Società e la Borsa (CONSOB). Na Holanda, este material é distribuído por J.P. Morgan Bank Luxembourg SA, Filial de Amsterdã, com sede social no World Trade Center, Torre B, Strawinskylaan 1135, 1077 XX, Amsterdã, Holanda. J.P. Morgan Bank Luxembourg SA, Amsterdam Branch é autorizado e regulado pela Comissão de Vigilância do Secteur Financier (CSSF) e supervisionado conjuntamente pelo Banco Central Europeu (BCE) e pela CSSF em Luxemburgo; J.P. Morgan Bank Luxembourg SA, Amsterdam Branch também é autorizado e supervisionado pelo De Nederlandsche Bank (DNB) e pela Autoriteit Financiële Markten (AFM) na Holanda. Registrado no Kamer van Koophandel como uma filial do JP Morgan Bank Luxembourg SA sob o número de registro 71651845. Na Dinamarca, este material é distribuído por J.P. Morgan Bank Luxembourg, Copenhagen Br, filial de J.P. Morgan Bank Luxembourg SA com sede em Kalvebod Brygge 39-41, 1560 København V, Dinamarca. J.P. Morgan Bank Luxembourg, Copenhagen Br, filial de J.P. Morgan Bank Luxembourg SA é autorizada e regulamentada pela Commission de Surveillance du Secteur Financier (CSSF) e supervisionada conjuntamente pelo Banco Central Europeu (BCE) e pela CSSF. J.P. Morgan Bank Luxembourg, Copenhagen Br, filial de J.P. Morgan Bank Luxembourg SA também está sujeito à supervisão do Finanstilsynet (FSA dinamarquês) e registrado no Finanstilsynet como uma filial do J.P. Morgan Bank Luxembourg SA sob o código 29009. Na Suécia, este material é distribuído por J.P. Morgan Bank Luxembourg SA, Stockholm Bankfilial, com sede em Hamngatan 15, Estocolmo, 11147, Suécia. O J.P. Morgan Bank Luxembourg SA, Stockholm Bankfilial é autorizado e regulamentado pela Commission de Surveillance du Secteur Financier (CSSF) e supervisionado em conjunto pelo Banco Central Europeu (BCE) e pelo CSSF. J.P. Morgan Bank Luxembourg SA, Stockholm Bankfilial também está sujeito à supervisão de Finansinspektionen (FSA sueca). Registrado na Finansinspektionen como uma filial do J.P. Morgan Bank Luxembourg AS. Na França, este material é distribuído pelo JPMorgan Chase Bank, NA (“JPMCB”), sucursal de Paris, que é regulamentada pelas autoridades bancárias francesas Autorité de Contrôle Prudentiel et de Résolution e Autorité des Marchés Financiers. Na Suíça, o material é distribuído por J.P. Morgan (Suisse) SA, com endereço registrado na rue de la Confédération, 8, 1204, Genebra, Suíça, que é autorizada e supervisionada pela Autoridade de Supervisão do Mercado Financeiro Suíço (FINMA), com endereço registrado em Laupenstrasse 27, 3003, Berna, Suíça, como banco e negociante de valores mobiliários na Suíça. Consulte o seguinte link para obter informações sobre a política de proteção de dados do J.P. Morgan: https://www.jpmorgan.com/privacy.

Esta comunicação é um anúncio publicitário para os fins da Diretiva de Mercados de Instrumentos Financeiros (MIFID II) e da Lei de Serviços Financeiros da Suíça (FINSA) e. Os investidores não devem subscrever ou comprar quaisquer instrumentos financeiros referidos neste anúncio, exceto com base nas informações contidas em qualquer documentação legal aplicável, que está ou deverá ser disponibilizada nas jurisdições relevantes.

Em Hong Kong,este material é distribuído por JPMCB, filial Hong Kong. JPMCB, filial Hong Kong, é regulada pela Hong Kong Monetary Authority e pela Securities and Futures Commission of Hong Kong. Em Hong Kong, deixaremos de usar os seus dados pessoais para fins de marketing, sem custo, mediante a sua solicitação. Em Singapura, este material é distribuído por JPMCB, filial Singapura. O JPMCB, filial Singapura é regulado pela Monetary Authority of Singapore. Os serviços de corretagem e consultoria e serviços de gestão discricionária de investimentos são prestados por JPMCB, filial Hong Kong/Singapura (conforme informado a você). Os serviços bancários e de custódia são prestados a você por JPMCB, filial Singapura. O conteúdo deste documento não foi analisado por nenhuma autoridade regulatória em Hong Kong, Singapura ou quaisquer outras jurisdições. Sugere-se ter cautela em relação a este documento. Caso tenha alguma dúvida com relação ao conteúdo deste documento, você deve obter assessoria profissional independente. Para os materiais que constituem anúncios de produtos conforme as leis Securities and Futures Act e Financial Advisers Act, este anúncio não foi revisado pela Monetary Authority of Singapore. JPMorgan Chase Bank, N.A., uma associação bancária nacional, constituída mediante as leis dos Estados Unidos, sendo uma pessoa jurídica, a responsabilidade cível dos acionistas é limitada.

Em relação aos países da América Latina, a distribuição deste material pode estar restrita a algumas jurisdições. Podemos oferecer e/ou vender valores mobiliários ou outros instrumentos financeiros que podem não estar registrados em, e que não estejam sujeitos a uma oferta pública mediante as leis ou outros instrumentos de regulamentação de valores mobiliários ou outras normas financeiras em seu país. Esses valores mobiliários ou instrumentos são oferecidos e/ou vendidos apenas de forma privada. Qualquer comunicação de nossa parte em relação a esses valores mobiliários ou instrumentos, incluindo, sem limitação, a entrega de prospectos, cartas de intenções ou outros documentos de ofertas, não constituindo de nossa parte uma oferta de venda ou solicitação de uma oferta de compra de quaisquer valores mobiliários ou instrumentos em qualquer jurisdição na qual essa oferta ou solicitação seja ilegal. Além disso, esses valores mobiliários ou instrumentos podem estar sujeitos a determinadas restrições regulamentares ou contratuais na transferência subsequente por você e você é o único responsável por verificar e cumprir essas restrições. Caso este conteúdo faça referência a um fundo, o fundo pode não ser oferecido publicamente em países da América Latina sem registro prévio dos títulos desse fundo em conformidade com as leis da jurisdição correspondente. É estritamente vedada a oferta pública de títulos, incluindo as ações do Fundo, sem registro prévio perante a CVM- Comissão de Valores Mobiliários do Brasil. Alguns produtos e serviços contidos nos materiais podem não ser oferecidos atualmente pelas plataformas brasileira e mexicana.

Na Austrália, J.P. Morgan Chase Bank, N.A. (JPMCBNA)(ABN 43 074 112 011/AFS Licença No: 238367) é regulado pela Australian Securities and Investment Commission e a Australian Prudential Regulation Authority. O material fornecido pelo JPMCBNA na Austrália é destinado apenas a "clientes institucionais". Para os fins deste parágrafo, o termo "cliente institucional" tem o significado dado na seção 761G da Corporations Act 2001 (Cth). Por favor, informe-nos caso não seja um "cliente institucional" atualmente ou caso deixe de sê-lo em algum momento no futuro.

JPMS é uma marca empresa estrangeira registrada (no exterior) (ARBN 109293610) constituída no estado de Delaware, EUA. Conforme as exigências de licenciamento de serviços financeiros da Austrália, para se prestar serviços financeiros na Austrália é necessário ter um provedor de serviços financeiros, como J.P. Morgan Securities LLC (JPMS) para se obter a devida licença (Australian Financial Services Licence - AFSL), a menos que haja alguma isenção aplicável. A JPMS é isenta da exigência de possuir uma AFSL pela lei Corporations Act 2001 (Cth) (Act) para os serviços financeiros que presta a você e é regulada pela SEC, FINRA e CFTC, sob a legislação dos EUA, que difere da legislação australiana. O material fornecido pela JPMS na Austrália é destinado apenas a "clientes institucionais". A informação fornecida neste material não pretende ser, e não deve ser, distribuída ou passada adiante, direta ou indiretamente, a qualquer outra classe de pessoas na Austrália. Para os fins deste parágrafo, o termo "cliente institucional" tem o significado dado na seção 761G da Lei. Por favor, informe-nos imediatamente caso não seja um "cliente institucional" atualmente ou caso deixe de sê-lo em algum momento no futuro.

Este material não foi criado especificamente para investidores australianos. Este material:

  • Pode conter referências a valores em dólar que não sejam dólares australianos;
  • Pode conter informações financeiras que não tenham sido elaboradas em conformidade com as práticas ou leis australianas;
  • Pode não endereçar os riscos associados a se investir em investimentos em moeda estrangeira; e
  • Não aborda questões tributárias da Austrália.

Referências a “J.P. Morgan” são ao JPM e subsidiárias e coligadas no mundo todo. “J.P. Morgan Private Bank” é o nome da marca dos negócios de private banking conduzidos pelo JPM.

Este material é para o seu uso pessoal e não deve ser circulado ou utilizado por alguma outra pessoa, ou copiado para uso não pessoal, sem a nossa permissão. Em caso de dúvidas ou se não desejar mais receber estes comunicados, entre em contato com a sua equipe do J.P. Morgan.

©  2021 JPMorgan Chase & Co. Todos os direitos reservados.

PER SAPERNE DI PIÙ SULLA NOSTRA AZIENDA E I NOSTRI PROFESSIONISTI DELL’INVESTIMENTO CONSULTATE BROKERCHECK DI FINRA

JPMorgan Chase Bank, N.A. e le sue affiliate (collettivamente “JPMCB”) offrono prodotti d’investimento che possono includere conti gestiti dalla banca e servizi di custodia, nell’ambito dei suoi servizi fiduciari e di amministrazione. Altri prodotti e servizi d’investimento, come brokeraggio e consulenza, sono offerti tramite J.P. Morgan Securities LLC (“JPMS”), membro di FINRA SIPC. JPMCB e JPMS sono società affiliate sotto il controllo di JPMorgan Chase & Co. I prodotti non sono disponibiliin tutti gli stati. Si prega di leggere le Avvertenze legali unitamente a queste pagine.

I PRODOTTI D’INVESTIMENTO: • NON SONO ASSICURATI PRESSO LA FDIC • NON SONO DEPOSITI O ALTRE OBBLIGAZIONI DI, O GARANTITE DA, JPMORGAN CHASE BANK, N.A. O QUALSIASI SUA AFFILIATA • SONO SOGGETTI AI RISCHI D’INVESTIMENTO, TRA CUI LA POSSIBILE PERDITA DEL CAPITALE INVESTITO

Equal Housing Lender Icon I prodotti di deposito, come i conti correnti, conti risparmio e prestiti bancari, e i servizi affini sono offerti da by JPMorgan Chase Bank, N.A. Membro della FDIC. Non costituisce un impegno ad erogare un prestito. Tutte le offerte di credito sono soggette all’approvazione del finanziamento.